Quem não gosta de poupar dinheiro? Quem opta por pagar mais quando pode pagar menos? Como somos todos inteligentes é altura de respondermos a uma questão: será que vale a pena juntar os contratos de eletricidade e de gás num mesmo operador?

O que mudou recentemente no mercado?

É importante que considere que entraram recentemente no mercado novas empresas de distribuição de eletricidade e de gás. Na prática, foram criadas leis que obrigam a uma maior concorrência nestes dois serviços, permitindo assim aos consumidores ter acesso ao mesmo serviço (se bem que os operadores procuram diferenciar-se com a oferta de serviços complementares) mas com preços mais interessantes.

Em que consiste a concorrência ao certo?

Bem… não mudou assim tanta coisa. A concorrência é feita com base no preço e no engano. Não digo que o objetivo das companhias seja enganar mas o certo é que algumas se esforçam por colocar a sua mensagem comercial em fatores menos relevantes ou letras pequenas que tornam mais difícil a comparação das diferentes propostas. Assim, dependendo do operador pode ter acesso a descontos:

  • No termo fixo, um valor tipicamente mais baixo e cuja vantagem é maior para quem tem um nível de consumo muito baixo;
  • No consumo, um desconto maior pois incide sobre a despesa com maior peso na fatura;
  • Em ambos, o melhor desconto pois é incide sobre todas as rúbricas da fatura.

Como disse, existem empresas que são desconto no termo fixo, outras no consumo e outras em ambas. Outras ainda confundem e colocam aqui descontos em gasolinas e outras numa tentativa de vender mais serviços.

Como ter acesso a estes descontos?

Os descontos acima referidos tendem a ser atribuídos quando juntamos ambos os serviços num único. Em qualquer dos casos teremos de consultar o valor final por unidade de consumo e comparar as diferentes alternativas. No entanto, posso dizer que temos quase sempre benefício em juntar ambos os serviços uma vez que passamos a ter um desconto que de outro modo não teríamos.

E se não tiver gás canalizado?

Este é um problema mas mesmo assim poderá ter acesso a descontos ao mudar de operador no serviço de eletricidade. Há descontos exclusivos para quem tem apenas um serviço daí que a palavra de ordem seja fazer contas.

Uma última dica

Sabia que se tem acesso ao abono de família pode ter acesso imediato às tarifas sociais de eletricidade e de gás? É verdade, muitas pessoas não sabem mas bastará referir ao seu operador que tem abono de família e este irá procurar a informação para lhe atribuir este benefício que acresce pelo menos 13% de desconto. E agora, o que fazer à poupança?