Saiu da faculdade ou está prestes a entrar no mercado de trabalho? Este artigo foi escrito a pensar em algumas das principais ideias para organizar as suas finanças e a sua carreira agora no início.

Nem tudo é dinheiro

Está na altura de escolher uma empresa para apostar o início da sua carreira. O estado atual do mercado de trabalho dá-lhe algumas alternativas, especialmente se saiu de uma universidade conceituada e com um bom currículo. Nesta fase é fundamental que tenha em mente que nem tudo é dinheiro. É bom que comece a sua carreira com um bom vencimento mas é mais importante escolher uma empresa que lhe permita aprender e fazer um bom currículo. Pense ainda nos valores da empresa e no caracter da pessoa que será a sua chefia.

Continuando a aprender

O período que vai iniciar será um período de grandes desafios. Vai aprender muitas coisas e tem de estar disponível para estudar. Sim, será provável que não tenha um horário rígido para cumprir pois é natural que faça tudo um pouco mais lentamente. Procure todas as oportunidades para aprender, para ter novas responsabilidades e pense que em breve vai ter de voltar para a universidade. Desde que saí da faculdade já tirei duas pós-graduações e estou num doutoramento em gestão para continuar a aprender e para ter um bom equilíbrio entre a componente teórica e prática.

Como gerir as finanças nesta primeira fase?

Em primeiro lugar sugiro que olhe para a sua conta bancária. É natural que tenha ainda as condições de estudante mas certamente que sabe que quando deixa de ser estudante (em alguns bancos depende da idade) irá começar a ter de pagar comissões de manutenção de conta. Sim. É ridículo. Mas é assim a vida. o que sugiro é que escolha um banco com presença maioritariamente online onde pode fazer a gestão das suas contas sem custos e com outros benefícios, nomeadamente no que toca à aplicação das suas poupanças. Caso tenha interesse em contrair um crédito habitação em breve pode escolher um banco tradicional e com uma boa oferta nesse campo para criar histórico.

Em segundo lugar, é natural que queira usar o seu rendimento para aproveitar a vida enquanto vive com os pais ou agora que vive sozinho. No entanto, esta é também uma boa altura para começar a desenvolver bons hábitos de poupança. Assim, porque não começar agora um programa de entregas programadas para uma conta de poupança? Poderá depois usar o dinheiro para dar de entrada na compra da casa, para pagar os estudos do mestrado ou do MBA ou para comprar um automóvel… ou então para rentabilizar e beneficiar dos juros compostos?

Por último, tenha em atenção às propostas de conta ordenado. As contas ordenado e o descoberto autorizado que proporcionam são uma das grandes causas de problemas de endividamento neste pais. Ao permitir ter acesso a crédito como adiantamento do vencimento estão a convidar ao endividamento com taxas de juro bastante elevadas. Caso faça a conta ordenado não permita o descoberto pois está a abrir a porta a problemas graves…

Aproveite esta fase inicial para aprender e para crescer. É um caminho muito gratificante e que tem muitas coisas boas. No entanto, é também um período de grande adaptação financeira e que poderá trazer alguns desafios caso não tenha cautela.