Nos últimos anos têm surgido diversas companhias de seguros “low cost” que têm vindo a desafiar as seguradoras tradicionais. Certamente que trouxeram um novo dinamismo ao mercado, mas será que devemos contratar um seguro auto low cost? Vou dar-lhe algumas ideias.

O que valoriza num seguro auto?

Esta talvez seja a pergunta mais importante a que tem de dar resposta. O que importa realmente é perceber o que procura num seguro auto e numa companhia de seguros. Como já tive oportunidade de falar noutro lado, somos muitas vezes levados a fazer seguros apenas para poupar dinheiro e acabamos por ter más experiências. Assim, independentemente de quais são os seus objetivos, tem de conhecer quais são:

  • Quer poupar dinheiro?
  • Quer ter segurança financeira?
  • Quer ter um bom nível de serviço?
  • Não quer ter chatices?

Serão as seguradoras low cost seguras?

Claro que sim. Todas as companhias de seguros têm de passar nos critérios de solidez financeira do regulador dos seguros (a ASF). Algumas são detidas por seguradoras maiores e que assim conseguem segmentar a sua base de clientes sem prejudicar toda a carteira. Assim, se a preocupação é a solidez financeira da companhia de seguros é fundamental que escolha uma seguradora credível. Pois a garantia de solidez financeira estará a cargo do regulador (que não tem falhado, contrariamente ao regulador da banca).

Como ter a melhor relação entre prémios e garantias?

Se quer ter um bom nível de serviço, boas coberturas e um bom prémio poderá juntar tudo recorrendo a um mediador de seguros. Pessoalmente tenho uma mediadora de seguros e uma equipa que se dedica a encontrar as melhores soluções para os nossos clientes. Mas como a Reorganiza existem outras mediadoras com boa qualidade de serviço (quero acreditar que a Reorganiza é melhor ?). O fundamental é procurar uma mediadora não exclusiva e que lhe dê garantias. Depois bastará exigir um bom serviço e um bom preço.

Acredito que pode ficar bem servido com uma seguradora low cost credível, especialmente se falamos das coberturas mais básicas do seguro automóvel (como a responsabilidade civil ou o vulgarmente conhecido seguro contra terceiros). No entanto, por vezes, o barato sai caro. Já imaginou o que faria se ao ter um problema numa autoestrada não tivesse a cobertura de transporte do seu automóvel para a sua oficina de confiança e não ter um táxi para voltar para casa? Estes e outros problemas podem surgir se olharmos apenas para o preço. Se quer poupar dinheiro, poderá seguir outras dicas